quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Cream - I'm So Glad [LIVE]!

...

Viagem ao R. G. do Sul
Fotos de 20/07/2003!

...

          O ser humano não demonstra publicamente seus erros e fraquezas, nem assume fatos constrangedores, mas eu passei por isso, e aqui estão algumas fotos bem 'pessoais'.
          Primeiro dia no Quarto do Hotel [P.Alegre] ... em que a Esclerose Múltipla se manifestava com força. 
...
...
          Até que o Nando nos levou a Gramado ...
...









          ... em que eu fazia um esforço 'sobrenatural' p'ra abrir os olhos ...



          ... e quanto mais pr'andar ...








          ... e sempre, minha Mãe esteve ao meu lado ...




Igreja de São Pedro - Gramado - RS
...
          Fotos na Churrascaria Galpão Crioulo [P. A.]







...
          No dia seguinte, nos levou p'ra conhecer a cidade, e saí muito contrariado
...
 


...
          Me lembro nitidamente: minha Mãe estava preocupada com o meu estado de saúde ...


          ... e eu me mantive longe durante todo o passeio ...




          ... sempre à distância, porque o início da manifestação da E. M. foi terrível, e mais ainda pela forma como se dava, pois foi inesperada; veio do nada; e não havia o que se fazer!
...
...
          Assim foi durante todo o tempo ...
...






...


Grade dos saguis, no parque central de P.A. - estas fotos têm uma história:
Uma pomba pousara na parte superior da grade da jaula dos saguis que a pegaram pela pata, 
a puxaram para dentro da jaula, e arrancaram a sua cabeça, ainda viva. 
[é isso mesmo: eles forçaram o corpo da pomba por entre os vãos da grade] 
O Fernando fotografou no exato instante em que o sagui comia a cabeça.  
...
...
....
          ... em que eu me sentia um estranho, empecilho ...
...
 Igreja Nossa Senhora das Dores
Porto Alegre
...
          Os sintomas eram muito esquisitos, e quase sempre inesperados; vinham como que um elástico, 'indo e vindo', e aqui foi o lugar em que começou a travar o corpo, diminuírem as forças, paralisação dos reflexos e do pensamento! Passamos 7 dias, até que retornamos para São Paulo.
...


















... antes do embarque ...

... na parte interna do saguão ...


... tomando rumo pelo corredor de embarque ...
...
...
...
E é por aqui que se abre a alegria do milagre:
mas 'vamo' ouvir essa sonzeira primeiro!

Isso aqui é sonzeira de louco; sonzeira das sonzeiras,
dessas que, ninguém mais ouve Hoje em dia;
quem viu, viu; quem ouviu, ouviu; quem viveu, viveu,
no que Hoje, só restam as lembranças dos ecos!

Música; puro 'blues', pelos 'pais'... nos 'filhos'
... rock'n roll ...

Ah! Que saudades ... E essa palavra 'saudade' é nossa;
o sentimento é de todos, sim, mas a palavra 'saudade' é portuguesa!
Seja em qualquer país, a palavra é nossa, assim como este;
sim: este 'I'm So Glad' ... Sonzeira ao vivo ( mas sem vídeo )
Show de 19/10/1968 no Fórum, em Los Angeles!
...

E melhor paulada do que essa, ao vivo, do Cream, difícil encontrar!
Todos estavam iluminados: BBC - Baker/Bruce & Clapton!
Ginger Baker arrepiou a bateria;
Jack Bruce segurou a base;
Eric Clapton 'fez o que fez' na guitarra!
E é isso ai!
...
...
'Vamo' ouvir então ... que 'num' é sempre ...
... e outro igual não haverá!
...
[Faixa do Fresh Cream -  Álbum do Cream ,
gravado de julho a outubro de 1966, em Londres,
e lançado em 09/12/66]
... 


terça-feira, 26 de outubro de 2010

Rainbow - Rainbow Eyes (1978)

...
...
...
...
Começo com o som: Ei você... Abriu? Deixou tocando?
Então volta pra vc pra ler, e, quiçá compreender o que se passa!

E aí? O certo era Você estar ouvindo 'Mistreated' debaixo do 'Arco Íris',
( e olha que o link que vira acima é o do show ao vivo de 74 em L.A. )
mas é que pra isso, seria necessário que Você quizesse estar debaixo dele,
e ouvir, senão... como é que se faz, se assim não for?
Porque não tem outro jeito, não; inexiste; e se isso é, o que fazer?
Será que é por entre a Guerra do Cavalo,
Gregos e Troianos, que se dá a Graça?

Na Verdade, Daniel é o senhor dessa fala do 'aguardo'!
Ah! Tem uma música do Traffic, 'Don't Be Sad' que fala disso:
Da Graça da Espera! O link é esse:
Espera pelo que se cerca por todas as partes, 
quando, na Verdade, é o contrário;
e é, porque só é possível o cerco, se já se está cercado, e à Tempos,
sabia 4 Olhos?

É! E é assim mesmo que eu ajo, pois também O Sou!
Quem, aqui, acerca-se do que escrevo? Quem?
Só o MJ, que já foi: vai no link:
http://www.youtube.com/watch?v=mLxs1l3l4HE 
ouve e som ..e vê a letra: o cerco já foi, e faz tempo,
e se assim é, o quê, agora?

Agora é o seguinte: como não recebi resposta de nada, então ...
Esperei a Tua resposta, enviei cavalaria com batedores, e nada ;
'bisolutamente, nada' ...
... e portanto, nada mais justo do que o que aqui faço!
Se fechou em copas?
Abro agora o Leque e, pelo que Você não me respondeu,
não falando comigo, então, decerto que outros/as o farão,
e farão o que Você não fez: não é Justo?
É tão justo, que o mesmo som se faz por outro lado; 
o link é esse: http://www.youtube.com/watch?v=k8f7Kl36Vxo
e arrebenta com tudo, porque eu queria que Você falasse;
Você mesmo ...
Mas Você não fala uma palavra sequer!

Entrou na fila do silêncio quantas vezes?
Por 30 dias, assim como as moedas?
Mas Você não é Judas; ou será que Você não se tocou ainda?
Que não se guarda mágoa... e menos ainda, vergonha,
e isso, é a tudo, e a todos!
Ou Você acha que eu não passei a borracha?

Deletei tudo, só guardando o que importa: Você!
Porque Você fez, sim, mas no instante em que não se podia!
E agora, por que, então, não se refaz a tudo?
'Mister Fantasy' pra se iniciar a Graça, ao final deste 'post'!

BEIJO NO CORAÇÃO DA SUA ALMA!

E nem mesmo assim, derramando todo o meu ser, você cedeu!
Então, é difícil, porque aqui entra o que não se vê e ...
... assim sendo ...
Quiçá o que não se sabe, não?
Quiçá? 

Será que você creu em mim?


Decerto que isto só você sabe, mas ... 
O Tempo andou, passou, e agiu!


Querendo ou não querendo, deixa marcas que só Ele desfaz!


Assim é, e não há como se fugir!
...
...
...
...
... 

4eyes

...

Os 4 Olhos do Tempo
[... são os 4 Núcleos!]

Eu queria ter te conhecido antes; e o quanto eu queria!
Como eu queria, viu !!! O que não seria?
Não dá pra saber, não é? Somente imaginar, e nela ficar; e ficar...!
Ah! O que não seria, uma vez que não se deu? Como saber?
E se não se sabe, então, como imaginar o que deveria ser? Como?

Ah! Mas eu queria ter te conhecido antes, sim! E como queria ...
Talvez eu não errasse quando você se aproximasse: talvez!
Talvez eu não tremesse, nem chorasse, mas, será que este seria eu?
Sinceramente, eu nem sei como eu me portaria,
mas ainda assim, eu queria; e o quanto eu queria!

E eu queria, única e exclusivamente pra poder parar o Tempo, sabe?
Para poder parar o Tempo, tanto da minha mente, como da tua,
porque eu não cometeria o erro que cometi; jamais; em Tempo algum!
Mas, exatamente por isto, é que aqui estou, e o descrevo...
Confesso o erro, e a Falha no Tempo que não parou!

E tanto 'não', que aqui o Confesso, e por isto é que queria, viu?
Quem sabe, então, o que não seria, neste Seu Movimento?
Será que você, então, sentiria a Sua Ação, como em mim, agiu?
Será que a sua mente, estaria na minha, no Tempo dos Tempos: o Hoje?
Por isto é que eu queria, porque o Hoje inexiste, fora da imaginação!

Ei! E eu falo com você mesmo! É! Com você mesmo!
Com você que me ouve, que me conhece: O Tempo. O Meu!
Com você que o conta, e o reconta, mas nada pode fazer: e por quê?
Por que Ele escorre das tuas mãos, por entre os teus 10 dedos?
Será que ao uni-las, a oração é justa e certa quanto à Forma?

A Forma, aqui, está por verso, nestas 26 linhas!
( Aqui, link do Rainbow - Mistreated, ao vivo, 1977, com o Dio:
Na Verdade, eu queria postar o do On Stage, mas não posso! )
...
...
 - Retirados do blog / uma paixão fugaz -
Toda a história do Trampled Under Foot (7 post's)
do Sabe... H (13 post's) e do Níver (14 post's),
estão por estes '26', pois se refere ao véu!
...
...

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Do Intuito deste Blog I

...
...

[Obs : Ao final desta, link de acesso ao pos't .. 'Das 24 Semanas' .. lauda explicativa da Forma da Compreensão a mim concedida pelo Espírito Santo, que me Iluminou após me Inundar, por Sua Graça e Vontade, me Batizando ... na I Igreja.


...


Eis a História
          Intuito
                    [ou seja: O Memorial!]
...

          No Interior das Lembranças, reside o memorial [Êx 12.14 ; 13.9 ; Lv 2.2,9,16 ; 5.12 ; 6.15 ; 23.24 ; 24.7 ; Nm 16.40 ; 31.54 ; Js 4.7 ; Jz 9.6 ; Ed 6.2 ; Ne 2.20 ; Is 55.13 ; Zc 6.14], e é impossível que se tenha acesso a este Lugar, Verdadeiramente Sagrado, sem que a Luz da Graça inunde o seu ser!


' ... darei na minha casa e dentro dos meus muros,
um memorial e um nome melhor do que filhos e filhas; 
um nome eterno darei a cada um deles,
que nunca se apagará.' Isaías 56.5

...

          Textos da Luz que me acompanharam na solidão do meu quarto junto aos Profetas e Apóstolos da Palavra da Verdade, após me execrarem na Igreja [a do Sacrifício], e, na Igreja [a que entreguei carta em meio às rabanadas, e seu líder me respondeu no altar por 'bolinhos de bacalhau']: em ambas, congreguei até que não suportei o engano da 'riqueza' material a que se entregam e se justificam na palavra [que só lhes serve para justificação - fatos descritos na As. 3.21-31 ; I Ora., pg. 12]. 
          Isto ocorreu à época da leitura e compreensão de Ageu, quando o Espírito Santo o confirmou colocando-me à frente a pregação do Vaticano na Páscoa de 2008 [21/03/08 - 1ª Luz - fatos citos à 3ª Tríade , pg. 36 , e ao 4º Dia/Degrau, pg. 8 - em que Raniero Cantalamessa reverenciou Zorobabel] ... e me revelou que as rabanadas eram a imagem do pão molhado [Jo 13.26]  Foi a partir desses fatos, que o Espírito me retirou desses lugares, e me instrui, na solidão do meu quarto, à Leitura das Obras dos Justos!

'Então, os que temiam ao SENHOR falavam uns aos outros;
o SENHOR atentava e ouvia;
havia um memorial escrito .. [pg. 41] ..

diante dele para os que temem ao SENHOR
e para os que se lembram do seu nome.' 

Malaquias 3.16  
!

          'memorial escrito' : tábua dos céus : En 103.1 ; En 105.16 ; En 105.17En 105.23 .. [memorial conf. o 41 : a partir dos 41 anos, tempo após cumprir-e os 40 anos da imagem do deserto (tanto em Moisés quanto em Cristo, conf. descrito em Ez 31) na Forma da Escadaria da Figueira].

!

          Para quem 'conhece' a Palavra [do Espírito Vivo, e não o da letra morta], sabe, perfeitamente, que este memorial são os Livros descritos por toda Palavra e que são abertos perante o Senhor [O Ancião de Dias] em Alma [pois veio na carne, para que, em Alma se encontrasse frente à Palavra - Ap 20.11-15 - ao descanso do 8º dia, cito por Assembleia em Hb 12.22, e do 8º em Sophia] e que, ao serem 'conferidos' pelas Almas da Luz que O cercam [as miríades que O acompanham na carne à Obra, e encontram-se em Alma, à Sua frente] geram O Livro da Vida do CordeiroAp 21.27;
          ! que deveria vir na carne, em Sua Casa Espiritual que o acompanhou, e passar por sua palavra [parábolas] que o descreve por filho pródigo que dissipou os próprios bens [pois teve que se encontrar do outro lado do abismo, com Abraão a olhá-lo e a consolá-lo por gota em sua língua, quando o Espírito da Casa o iluminou (aos textos devidos), confirmando o seu caminho desde sempre, pois assim cumpria, por ter sido considerado lixo e soberbo por todos que o rodeavam à crucificação, quando jamais quis ser maior do que O Santo Espírito que a tudo gerou - eis a citação : 'e meu manto púrpura', no texto O Hino da Pérola]. 

...


          Os Livros descritos na Palavra
          ... [Da Confirmação do Confronto, pg. 68, conquanto a Luz do 68 se apresenta nos tempos em que se dedilha folhas infantis] :
...
'Um rio de fogo manava e saía de diante dele;
milhares de milhares o serviam,
e miríades de miríades estavam diante dele;
assentou-se o tribunal, e se abriram os livros.'
Daniel 7.10 (12.1,4)
...
[O Livro de Enoque os descreve, a partir do Ancião de Dias :
46.1 ; 47.3 ; 48.2 ; 54.1 ; 58.1 ; 70.12,15,16,18]

...
...

O Livro das Guerras do Senhor
O Livro da Lei de Moisés
O Hino do Arco do Livro dos Justos *
O Livro da História de Salomão
O Livro da História dos Reis de Israel
O Livro da História dos Reis de Judá
O Livro do Testemunho
O Livro da Lei [na Casa do Senhor*]
O Livro da Aliança

O Livro da História de Natã

O Livro da História de Semaías
O Livro da História do Profeta Ido
O Livro da História dos Reis

O Livro de Lamentações

O Livro das Crônicas
O Livro dos Feitos Memoráveis
O Livro da História dos Reis da Média e da Pérsia

...

          Debaixo do Espírito das palavras destes Livros, o filho trilhou o seu caminho durante o seu tempo de degredo, até que o Espírito da Sua Casa o iluminou para a confirmação e conferência do que lhe cumpria debaixo dos textos e vida dos Justos da Luz, quais o Santo Espírito [da Sua Casa] o guiou no Templo, ao reconhecimento [em que ele sempre soube quem é, por todos que confirmaram seu novo nome]: eis a entrega da obra devida descrita por Paulo [1Co 15 *6 ; *28 ; *58] e por João [Ap 21.27].

...

          Esta 'Unidade das Almas' ocorre pela Palavra da Promessa:

          - desde os 60 - o 'madeiramento' do Templo .. [dedicatória].

          - pelos 65 - refere-se à parábola dos 65 anos [Is 7.8], pelos 2 tições de Isaías [Is 6.5] que se estendem, por imagem, nas 2 Testemunhas Mártires [Ap 11.3,9,12], sendo estas duas testemunhas, as imagens da Obra do Espírito Santo no espelho da face do filho [ou seja: ele mesmo, nos 2 tempos da obra que lhe foi confiada - a 1ª Forma, crucificado na cruz, e a 2ª Forma, crucificando-se a si mesmo [a cruz do seu caminho, descrita na Gene - Parte 5 - nt 17] p/ que a parábola da prodigalidade [15] se estendesse a partir do Corpo das Almas Justas, que o iluminaram à descrição da Forma da Obra no cumprimento do seu caminho].
          - aos 70 anos descritos por Daniel [por Jeremias], refere-se à compreensão entre as 70 ou 72 vestes sacerdotais [conf. Êx 28, são 72 formas], pelos 70 anos da Fundação do Estado de Israel, em 14/05/1948 [Is 66.8, e não só].
...
'no primeiro ano do seu reinado, eu, Daniel, entendi, pelos livros,
que o número de anos, de que falara o 
SENHOR ao profeta Jeremias,
que haviam de durar as assolações de Jerusalém,
era de setenta anos.' Daniel 9.2

...
          Quando a Consciência dessa Luz se fundamenta ... [9.2, 1º Grau de 92, seja na data da passagem, seja nos post's da Forma da Capa] ... as palavras da entrega ... ['Quando, porém, todas as coisas lhe estiverem sujeitas, então, o próprio Filho também se sujeitará àquele que todas as coisas lhe sujeitou, para que Deus seja tudo em todos.' 1 Co 15.28] ... brilham em Luz Inatingível ... [na consciência do Espírito do Filho, pelo que fala João 3.13: 'Ora, ninguém subiu ao céu, senão aquele que de lá desceu, a saber, o Filho do Homem [que está no céu].' 

          Ou seja : no céu da sua Consciência Espiritual, acima [Ef 4.10] das demais consciências carnais, ao completar o 'tempo de conferência' do seu caminho ... [i.e.: 'quando, porém, todas as coisas lhe estiverem sujeitas'] .. no tempo dos 28 [Lv 27, em 1 Co 15.28, ou seja: o 1º grau de compreensão dos 15 degraus da infância espiritual da Luz Imaculada na descrição da Forma da Sua Manifestação].
...
'Mas tendes chegado ao monte Sião
e à cidade do Deus vivo, a Jerusalém celestial,
e a incontáveis hostes de anjos,
e à universal assembléia (v.22)
e a Jesus, o Mediador da nova aliança,
e ao sangue da aspersão
que fala coisas superiores ao que fala o próprio Abel. (v.24)

-
Tende cuidado, não recuseis ao que fala.
Pois, se não escaparam aqueles que recusaram ouvir quem,
divinamente, os advertia sobre a terra, .. [ Didaqué 11.7 - ref. Profetas ] ..
muito menos nós, os que nos desviamos daquele que dos céus nos adverte, (v.25)
aquele, cuja voz abalou, então, a terra
agora, porém, ele promete, dizendo:
Ainda uma vez por todas, farei abalar não só a terra

mas também o céu. (v.26)
Ora, esta palavra: Ainda uma vez por todas
significa a remoção dessas coisas abaladas, como tinham sido feitas,
para que as coisas que não são abaladas permaneçam. (v.27)
Por isso, recebendo nós um reino inabalável, retenhamos a graça,
pela qual sirvamos a Deus de modo agradável,
com reverência e santo temor; 
(v.28)
porque o nosso Deus é fogo consumidor.' (v.29)
Hebreus 12
...
          De que fala Hb 12.22-29:

          Vs 22 - 24:


          O v.22 fala a respeito do nº 22: os 2 bois de Gideão [Jz 6.25-28] no espelho das Duas Testemunhas Mártires [Ap 11] da Obra de Cristo sob as Palavras da Igreja Primitiva [Ap 19] que pela carne passou e encontra-se no Céu dos Céus [A Consciência do Espírito em Luz Inatingível - *15];

          O v.23 descreve a Páscoa do Senhor, e confirma a Unidade das Almas da Luz que pela carne passaram cumprindo seus caminhos [Hb 11.32-40] junto ao Senhor [O Ancião de Dias];   
          O v.24 descreve o Sangue da Aspersão debaixo do Espírito do nº 24:
          
          1] os 24 da finalização [Ap 4.4,6 ; 5.8 ; 11,16 ; 19.4] vestidos com as vestes da Luz [Êx 28];
          2] 12 tronos por 12 tronos: a Unidade do Julgamento [Mt 19.28 ; Lc 22.30];
          3] o dia 24 [Dn 10.4] do 1º mês da Consciência da Obra [laterais da Bíblia]: o 24º Dia [Ag 1.15 ; 2.10,18,20] em que o pano de saco [Ne 9.1] fez-se presente na consciência do caminho do filho, em seu novo nome, o qual somente ele sabe qual é [Ap 19.12], revelado, em Espírito, aos que o seguem [Ap 19.14]!

          Vs 25 - 29


          A Remoção da acusação que manifesta o abalo pela Consciência do Espírito da Luz, derramado em Plenitude sobre todos os participantes da Mesa da Graça - aqui encontram-se os que estão [1Co 15] pelo Fogo da Luz em Misericórdia, e os que estão pelo Fogo da Destruição.



...
...

          I - Presta-se atenção ao Fogo Destruidor : Consumidor e Devorador do Espírito, que refere-se à Guerra Espiritual contra o erro e engano do pecado [em si mesmo, e não, outrem], só considerado e reconhecido por quem está debaixo da Palavra Viva do Espírito da Verdade ...

...

          §1 - portal p/ a miséria da compreensão humana, que decreta o 'fogo devorador do Espírito' na imagem da Guerra, tal como o homem a concebe : um contra o outro - a história do olho por olho, descrita por Ageu 2.22 [que, na Verdade, refere-se à obra de Zorobabel no 24º dia do mês 9º] assim descrita por Zacarias : 'Certamente, já não terei piedade dos moradores desta terra, diz o SENHOR; eis, porém, que entregarei os homens, cada um nas mãos do seu próximo e nas mãos do seu rei; eles ferirão a terra, e eu não os livrarei das mãos deles.' Zc 11.6] ..'.

          - a história do olho por olho é citada no Monte [Manhã 2º Dia - Urim / Tumim - pg. 18], em Mt 5.38, no espelho exato dos 5 pavilhões que descreve a história .. [Parábola do Espírito] .. do homem enfermo a 38 anos [Jo 5.1-5] que reflete nos 38 anos da floricultura.


...
          §2 - Zacarias 11.6, refere-se à outra história (nºs - conforme a compreensão de cada um) - refere-se aos 6 anjos dos 6 dias da criação para o sábado do descanso - isto ocorre quando os 11 apóstolos sentam-se em 12 tronos para julgarem as 12 tribos de Israel [Mt 19.28] - o 12º está descrito em Atos 1.26 (Matias representa todos os que, a partir daí, sentaram-se à mesa da Obra do Reino, durante o tempo determinado do retorno: os 2 mil côvados), descrito de duas formas, que refere-se à uma única :

          1 - 'Fora da cidade, do lado oriental, medireis dois mil côvados; do lado sul, dois mil côvados; do lado ocidental, dois mil côvados e do lado norte, dois mil côvados, ficando a cidade no meio; estes lhes serão os arredores das cidades.' Nm 35.5


          2 - 'Contudo, haja a distância de cerca de dois mil côvados entre vós e ela. Não vos chegueis a ela, para que conheçais o caminho pelo qual haveis de ir, visto que, por tal caminho, nunca passastes antes.' Js 3.4


          Esses 2 mil [Mc 5.13] refere-se ao tempo do Retorno de Cristo a cumprir as Parábolas do Reino da Luz [Mt 24.32Ez 47.12Ap 22.2na descrição do seu caminho [que refere-se aos rumos da sua consciência - a cidade que descrevi em Ez 9/pg.24que não é comum aos demais que estão 'fora da cidade' , pelas ribanceiras que citei em Janeiro/09 ao linkar as Pombas- os 4 lados [da sua compreensão] na face do Templo :


          - ora : Jesus Cristoexiste pela Obra do Reino da Luz, e essa Obraexiste na Consciência do Espírito Santo [Seu Templo] e Nele, fala todo o Seu Corpo Espiritual na Luz do Tempo :


          * na soma das 4 faces de 2 mil : 8 mil [a citação da espada do 8º milênio descrita por Enoque 92.13 - refere-se à Família Bendita descrita por parábola nos caps. 38-40]; 


          * em 2 mil, Isaías assim descreve os 2 tempos do seu retorno : 'Será que em lugar de perfume haverá podridão, e por cinta, corda; em lugar de encrespadura de cabelos, calvície; e em lugar de veste suntuosa, cilício; e marca de fogo, em lugar de formosura.' Is 3.24 :
...
          - é possível enxergar os 2 tempos da forma do seu retorno, e o que lhe cumpria para que estivesse de forma oposta à sua 1ª vinda? ... [toda a Graça dos Seus Estados?] ...
...            
          - por esse motivo falou-se a Nicodemos : 'Tu és mestre em Israel, e não compreendes estas coisas?' Jo 3.10 ... 
...
          §3 - esse é o Tempo em que a compreensão humana revela a sua miséria [1Co 4.5] ao decretar que 'um seja contra o outro', quando o 'um que devora o outro' está dentro do próprio ser humano : que este conceba devorar-se [ou seja: purificar-se] a si mesmo, espiritualmente : da própria soberba, inveja, mentira, mesquinhez, luxúria, escárnio, insensatez, prepotência, arrogância, hipocrisia, sordidez ... e afins .. !

...
...

          II - E esta Verdade fala claramente do filho [do homem] - assim descrito porque o Próprio Deus viria na carne com toda a Sua Casa, para que, após o Seu Tempo, encontrar-se em Alma pela Palavra dos Seus Justos [Jr 15.8,9] na conferência do que cumpria ao seu filho, realizar : a descrição do Livro da Sua Vida [descrita por Livro da Vida do Cordeiro], na ressurreição do Seu Corpo.


...
...

[liga-se ao pos't ... 'Das 24 semanas' ...]...


...

...