sexta-feira, 7 de novembro de 2014

Da Igreja

...
... 

          II Visão - [01/01/2014]!


          Alta madrugada, e de repente me vi numa Igreja que me pareceu ser a do Calvário, sentado num dos bancos próximos à lateral; lá, eu discorria a todos sobre a clareza do meu retorno a cumprir as minhas palavras, quando, nesse instante, vi determinado [2Co 11.14] manto branco na face do sacerdote, no alto dos degraus do altar, e proferi um brado a todos que ali estavam a abrirem seus olhos.


          Ninguém, ali, me deu ouvidos, e saí do local; enveredei pela lateral da Igreja, quando uma porta entreaberta me aguardou, e lá entrei. No seu interior, haviam frades que ouviram o que falei, e quando percebi, me encontrava na antessala atrás do altar [donde o tal sacerdote saíra] ... e logo um dos frades me levou a uma câmara, aonde haviam freiras com alaúdes e cravos ... [e uma escadaria sem fim].


          De lá, minh'alma viu quando o sacerdote retornou ao recinto de modo dissuadido, subiu pelos degraus internos da arquibancada da antessala e sentou-se entre os frades - 'transtornado' pelas palavras que proferi na Igreja o desmascarando. De repente, acordei, e vi, pelo Espírito da Nossa Casa, que se confirmaram os fatos ... [ou seja : liberdade pela Obra Cumprida].


          ... liberdade!


...

...

Nenhum comentário:

Postar um comentário