segunda-feira, 7 de março de 2016

Prumo [29]

[Txt Original - click p/ acessar]
[Txt Revisão c/ link's - abaixo]
...
...
pg. 29

...

          A PARÁBOLA DOS 7 MIL ... fala o seguinte:



  * fala em 1Rs, pois refere-se ao 1º grau da compreensão do Reino da Verdade, e a quem pertence esta Verdade [Gn 18 ; 19]; e fala por Elias, no que o ‘vendaval’ [2Rs 2.9-14] se apresenta por todas as partes em Eliseu [Is 3.24]; 
          * fala em 19, no espelho do Ap 19 [Os Justos]; pertence à Festa, na Santidade do Reino pelas Bodas, à Ascensão das Almas, quais Justos pertence esta Festa [Lc 14.15-24], aonde reside A Compaixão [pelas almas anteriores à Cruz, as quais não eram participantes do Cc/orpo];

          * então, pode-se escolher, porque o verso 18, refere-se ao Ap 18 [pelos 18 da Torre de Siloé], em Ap 19.18 : a Torre de Babel dos dias de Hoje [igual a de Gn 11, mas em escala total], em que o ‘banquete’ muda de figura, como da água para o vinho, no caso ‘para o Sangue’, pelo que vaza pela Lança [Jo 19.34], ou seja: em favor da Gestação das Almas da Luz [En 38 – 40], pelo Novo Céu e Terra, na Carne da Luz, por Cristo!

          [Ap 19.17,18]

          E por qual motivo muda de figura? 
          Porque aqui é Purificação [o que descrevi: ‘em favor daqueles [Os Justos] que agradam a Deus [Humildade Plena] pelo ‘desagrado do pecado’ [Gn/Ap 18 ; 19]; aqui é o Lugar da entrega do ser à Consciência do Espírito, por Sua Graça e Misericórdia [aonde residem as nuvens da Justiça] ...


Ev. Felipe v. 15

          ... aqui é Ap 19 ; 20 frente à ‘casta’: principados e potestades [Ef 6.12] os poderes tenebrosos deste mundo, nas regiões celestes! [Purificação, uma vez que o Cristo se fez no novo homem!] ...



...



...
próximo: pg. 30
...

Um comentário:

  1. Esta lauda foi editada em oculto em 25/02; publicada em 07/03 e linkada em 11/03/16.

    ResponderExcluir