sexta-feira, 1 de abril de 2016

Fonte [05]

[Txt Original - click p/ acessar]
[Txt Revisão c/ link's - abaixo]
...
...
pg. 05
...

          * Eu: ... mas eles estão aqui, e falam com quem os ouve: eles me disseram, na entrada do templo, que para lá não subiam, porque não eram chamados. Então, agora o Espírito os traz, para que comecem daqui, a moer toda a ‘palha’ que se apresenta sobre o Mar das Compreensões do Gn [Mt 14.25-33] na carne de Cristo: A Terra Que Mana Leite e Mel ... e ‘abale-se’, então [Hb 12.26] ...

          [Ap 11.11-13 ; Ez 40] .. 'Mas, depois de 3 dias e meio' ..

          Esta é a Forma da Parábola descrita por Paulo, em Hb 9.9,10 [28 - em 1Co 15.28] ... Silêncio ...


e ele, sozinho em terra.’ Mc 6.47

  Silêncio dos Silêncios por reflexão frente à quebra dos lacres, pela Verdade da Palavra através através dos versículos que aqui se apresentam; neste Silêncio se encontra o Bloco da Rocha que citei: 1Co 15.22-28!

          * ‘Ao cair da tarde’ ... é enquanto aqui estamos nesta conjugação ... [!!! – En 39 / pg. 50] ... 
* ‘estava o barco no meio do mar’ ... [Arca] nas águas do mar das compreensões .. dividindo Luz e trevas ...
  * ‘e ele, sozinho em terra’ ... nesta ‘terra da representação’ [Lv 25.23,24] da Imagem [as folhas] ...

          Quanto aos nºs, Mc 6.47, ref. às 6 hs da Cruz, nos 6 dias do Gn [tardes e manhãs], aos 47. 

          Luz e trevas se dividem ... 
          ... as migalhas do Amor, e portanto ... da Vida!
          E a que ponto, o ser humano se deixou subjugar: 
          ... de se envergonhar de abrir a sua própria Alma ... 

          As trevas dos Julgamentos, dos Pesos e Medidas ... 
          ... as trevas da loucura do ódio, e do rancor ... 
          ... as trevas das Palavras sem sentido ... 
          ... sem motivo, sem razão, sem ‘por quê’...  
          ... as trevas do mundo que não pode receber a Verdade do Amor!

          * Lázaro: Explica, Henrique, da melhor maneira que possas, o que te foi confiado pelo Espírito Santo, nos Justos, frente à  Palavra, porque estamos sobre o Monte, e todos ouvem a tua voz!
          * Eu ... farei o possível; o melhor que posso ... na ‘dureza’ das Palavras ... [aqui, é ‘Reflexão’, pura] ...

...



...
próximo: pg. 06
...

2 comentários: