quarta-feira, 24 de julho de 2013

Djalma Santos

...
...
          Lembrança!
...
          Na Verdade, são muitas, e algumas, inesperadas.
...
          Após suportar todos os impropérios que vi na TV no dia de ontem, ao final surgiram notícias: duas pessoas que eu sempre quis bem, apesar de não conhecê-las pessoalmente, deixaram a carne:
.
...
Dominguinhos (12.02.1941-2013) faleceu aos 72 anos,
no Hospital Sírio Libanês (SP-SP), às 18 hs. 

...
.
...
Djalma Santos (27.02.1929-2013) faleceu aos 84 anos,
no Hospital Dtr. Hélio Angottti (Uberaba-MG), às 19.30 hs
Relembre fotos da trajetória da carreira,
neste link da Placar

...
.
...
          ... e fiquei ali, em frente à TV, refletindo na genialidade destes 2 ... e na boçalidade humana pelos comentários que ouvi do tal Assessor do JuJu no programa do Neto, e do Denílson sobre o Corinthians, em que 'urrava' que 'time grande não cai' [em detrimento daqueles que já caíram p'ra II Divisão], e resolvi não mais assistir programas esportivos porque me enervo e entristeço pelos comentários tendenciosos ...
          ... [já o descrevi nos pos'ts 7 em 1 e Recopa I e II] ... 
          ... e dessa Forma fui dormir.
...
          Logo que enveredei pela TV no dia de hoje, novamente me deparei com a boçalidade, agora da religiosidade dos comentários sobre a visita do Papa à Basílica de Aparecida ... e do adorno sobre os vitrais, a cúpula, a nave, os banheiros ...

          ... tudo isso nas imagens da 'santidade' [Baruc , Cap. 6] 

          ... mais que atual nas imagens da Igreja [Paulo o diz em At 19] 
          ... e nisso, a responsabilidade na Forma de quem é levantado à obra, ao que não me admira quem se julga debaixo da palavra, a levá-la a outrem, manifestar imagens de todos os materiais, e nelas, teimosamente se manifestar.

...

          Isso é muito triste, porque, para todo o lado que olho, só vejo religiosidade pela falsidade da língua que só profere o seu interesse próprio, fazendo com que esse sobrepuje a Verdade, que não está agrilhoada por quem Lhe pertence ... ['Deixai os insensatos e vivei; andai pelo caminho do entendimento.' Pv 9.6] ...

...

          Às 15 hs fui ao médico de táxi e durante o caminho minha Mãe discutiu comigo por motivo banal; quando chegamos ao HC, o taxista parou no meio da rua, colocou a cadeira na calçada, e tive que me equilibrar para lá chegar ... após, quando retornei, haviam motos da ROCAM paradas no local, e o mesmo estacionou junto à guia para que não fosse multado ... e vi toda a ação do inferno.
          Quando entrei, lhe falei que nunca mais o pegaria porque me deixara no meio da rua e no retorno não o repetiu por causa das motos que ali estavam que lhe multariam, e que ficasse tranquilo porque não o denunciaria no DTP ... ao que me respondeu que eu desci no meio da rua porque quis [preciso falar algo mais?] ...
...
          Em maior Verdade, eu precisava de estar numa cadeira de rodas, arrebentado de alto a baixo, pois é assim que se conhece quem é quem.
...
...

Um comentário:

  1. Hoje, 05/11/2014, às 18:03 hs, este post recebeu acerto final de link's, p/ back-up geral.

    ResponderExcluir