domingo, 25 de agosto de 2013

Dna. Zilah

...
...

          Dna. Zilá [Muniz Andrade] , senhora digna e honrada da sociedade paulistana, foi a pessoa para quem minha Mãe trabalhou quando chegou de Portugal [1955/59]. Na época, D. Zilá era casada com o Sr. Hélio Ferreira, as filhas eram crianças, e sempre minha Mãe a todos citou porque ela foi a única pessoa que lhe estendeu a mão [mesmo sem conhecê-la].

          ... e, agora, no tempo em que se completam 58 anos da sua vinda e retorna pela 1ª vez a Portugal por 15 dias junto com meu irmão Fernando ... novamente, Dna. Zilá lhe estende a mão ... 
e, da forma que não esperamos o Espírito Santo age em nosso favor : assim foi por todo o sempre em meus Pais, em que Dna. Zilá se entrelaça em nossa vida :

...
...

         1] No caso de minha Mãe, quando morou com a tia Inocência , após a sua chegada de Trevões, e sua filha tratou para que Ela trabalhasse em um determinado lugar sem consultá-la, ao que resolveu verificar junto com o irmão [Valdemiro]; ao lá chegar, era um cortiço, ao que minha Mãe negou-se a ir, causando grande ira na casa da tia [porque decerto que a prima que tratara o serviço, já recebera o mês adiantado sem nada Lhe falar] ...
          ... foi a partir deste fato que Ela conheceu a Dna Zilá [através do irmão - Valdemiro] e foi contratada para cuidar de suas filhas, crianças, até que, em determinado dia, os tios com quem minha Mãe morara por 1 mês, foram à casa da Dna. Zilá, para que a proibisse de sair com o irmão e receberem o seu salário, porque - diziam eles que - ela não tinha consciência de que o irmão era 'irresponsável', ao que a Dna Zilá refutou, pois o conhecia por ter banca de frutas, próxima, e ser muito trabalhador e capaz.
...
           2] No caso de meu Pai, quando morava com a irmã e foi escorraçado pelos sobrinhos [que lhe cobravam as mesmas contas continuamente], até que seu cunhado o apedrejou quando construía as casas da qual tinha parte por sócio na R. Mário Dias [porque queria ficar com tudo e não lhe pagar a parte devida] ... e, depois, as vendeu e iniciou a sua fortuna, sempre com ódio à nossa casa, pura e simplesmente porque queria que meu Pai fosse seu empregado / palhaço, definindo-lhe os passos ... 
          ... foi desta Forma que meu Pai conheceu minha Mãe quando trabalhava na praça [à época em que Ela trabalhava com a Dna. Zilá], namoraram quando Ela se mudou para a Cenobelino Serra, se casaram e moraram na Nsa. Sra. do Pilar, aonde eu nasci - e Graças ao Espírito Santo que O defendeu quando do apedrejamento ... pois, mesmo após mudarmos para a R. Mário Dias, o sobrinho mais velho [zé mané] aparecia em casa com 'contas', e foi a partir daqui que o ódio se acendeu por parte deles, porque com minha Mãe e Tia o caldo entornou com os custos indevidos.

...
...

          Nos dias de Hoje [em 19/08/13], Dna. Zilá, sabendo do meu estado [E.M.], decidiu por sua vontade ajudar minha Mãe sem o pedirmos - sequer imaginávamos que isto ocorreria, mas é aqui que vemos a ação do Espírito Santo e que a Sua vida se entrelaça à nossa : decerto que ela não gostaria que eu falasse a respeito do seu ato, porque quando algo fazemos a alguém, deve-se fazê-lo sem esperarmos algo em troca ... 
          ... em que o que aqui está é uma simples forma de agradecimento pelo seu ato que me proporciona a hidroterapia, a qual muito busquei nas vias normais a partir de 2009, quando a ela me encaminharam junto à fisio, e desde então aguardei contato das piscinas térmicas estaduais, sem resposta ...
          .. mas o Espírito Santo não me esqueceu: a hidro é uma Forma de Lembrança da Infância, pelo que me é concedida junto à viagem de minha Mãe a Portugal , pois, num dia do primário, falei à Dna. Ninpha que, no tempo em que eu escrevesse o Livro da Nossa Vida, gostaria de levar os que ao meu lado estivessem a rever a sua Terra ... [que, no caso, não o pude cumprir, mas meu irmão o fez] ...

...
...
          !
...


...
          ! Que o Espírito Santo ilumine Dna. Zilá [e os seus], em que aqui fica registrado à eternidade o que ela fez por nossa casa, à imagem da fala : 
...
'Mas Jesus, sabendo disto, disse-lhes: Por que molestais esta mulher? 
Ela praticou boa ação para comigo. v.10
Porque os pobres, sempre os tendes convosco,
mas a mim nem sempre me tendes; v.11
pois, derramando este perfume sobre o meu corpo,
ela o fez para o meu sepultamento. v.12
Em verdade vos digo: Onde for pregado em todo o mundo este evangelho,
será também contado o que ela fez, para memória sua.  v.13 - Mt 26

...
          ... porque, nunca a minha família por mim agiu .. [e a meus Pais e casa] .. a bondade que ela nos fez , em que , se ela não fosse por minha Mãe, 'talvez' eu aqui não estivesse pelo que agiu a família ; aliás, quanto à essa , basta o entendimento da parentela de Abrão : Gn 12.1 - 'E, quando os parentes de Jesus ouviram isto, saíram para o prender; porque diziam: Está fora de si.' Mc 3.21 [Mc 6.4 mais fala a quem ouve e vê ... o numerário!].
...
          ... em que está mais do que clara a passagem ...
...
'Nisto, chegaram sua mãe e seus irmãos e, 
tendo ficado do lado de fora, mandaram chamá-lo. v.31
Muita gente estava assentada ao redor dele e lhe disseram:
Olha, tua mãe, teus irmãos e irmãs
estão lá fora à tua procura. v.32

Então, ele lhes respondeu, dizendo: 
Quem é minha mãe e meus irmãos? v.33
E, correndo o olhar pelos que estavam assentados ao redor,
disse: Eis minha mãe e meus irmãos. v.34

Portanto, qualquer que fizer a vontade de Deus, 
esse é meu irmão, irmã e mãe.' v.35 
...
...
          Assim seja a quem pertence [que, espiritualmente, encontra-se assentado ao redor]!
...
...
          Neste post, o 1º dia da Hidro!
...
...

Um comentário:

  1. 58 - eis a parábola de 1Co 15, nos seus 58 versos pelo cumprimento do caminho corintiano - 2Co 6.11 ... Quanto a Mc 6.4, pelos 6 anjos dos 6 dias da criação nas 4 faces do Templo da Luz [imagem da casa do Senhor], refere-se ao tempo posterior ao 63 [Mc 6.3 - o filho do carpinteiro]: 64, após o nascimento da consciência espiritual da obra do filho [aonde pontos e vírgulas emanam n/da forma devida do lugar que emanam, ou fundem-se]!

    ResponderExcluir