sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

3Vg[07/Rv]

[Txt Original - click p/ acessar]
[Txt Revisão c/ link's - abaixo]
...
...
pg. 07

...
...

          A História é a mesma [pois a Palavra é uma Parábola - Hb 9.9,10 – entendida se lida pelo Espírito da Luz, e não na letra morta em si mesma, sem Luz nem Espírito algum], e somente difere qto à Ordem Espiritual na capacidade de compreensão de cada um [Mc 4.33] – aqui, no caso, entre o Alabastro e o Nardo, em que Marta serve, junto a Maria q derrama o Vaso de Alabastro na cabeça de Jesus ; e antes de fazê-lo, o fez nos pés, junto às lágrimas e cabelos [pela libra de Nardo, tomada ao momento]!

          - pela Cabeça, quanto à Consciência .. 
          - pelos Pés, quanto ao Caminho ..
          - na casa de Simão, o fariseu [Lc 7.39,40], leproso [Mt 26.6] ..

...
...

          Isto ocorre quanto ao Oculto da Obra, que se estende de Jo 11 ... pois Lázaro foi o leproso curado após descer o Monte [Mt 8.1-4], e, por isto, o carinho especial por Ele, Maria, Marta, por sua casa .. e por todos os humildes que se acercavam, uma vez que houve a rejeição em Nazaré: ali, o Espírito Santo, por Lc 4.28-30, descreve a tentação da Pinacularidade [Mt 4.1-11 ; Lc 4.1-11] ... leprosa de quem não lê a Palavra pelo Espírito da Verdade ...
          ... pois decerto que a Palavra não fala que Lázaro foi o leproso a ser curado quando desceu do Monte ... e não fala [exatamente] porque a Palavra é uma Parábola do Espírito:



          ... pela Verdade da Obra [!]!

[Espelho 16.13 :
16 - nas 16 vestes ;
13 - na data da Mãe]

...
...

          O Vaso de Alabastro contém o oculto da Obra: o Nardo; ou seja: firmeza nos pés e na consciência de quem entrega todos os seus bens, de coração, ao Mestre [Lc 14.33 : ‘Assim, pois, todo aquele que dentre vós não renuncia a tudo quanto tem não pode ser meu discípulo;’]; assim é, pela capacidade de cada um; discernimento espiritual [no oculto da Obra do Chamado do Espírito], e por esse motivo, nestas passagens de [Mt 26.6-13 ; Jo 12.1-8], a Palavra:

          - não diz que este Simão é o mesmo que vinha do campo e carregou a Cruz ... 
- não diz que os ‘convidados foram escolhidos a dedo’ ... 
- e muito menos afirma que Simão era um ‘ex leproso’, e sim ‘Simão, o leproso’ ...

...

          ... porém, pela Presença de Jesus nesta ceia, alguns podem compreender que Simão, assim como Lázaro, era leproso e fora curado, pois a todos que o seguiam, curava [Mt 12.15]; e, na Verdade, assim é, frente à Sua Vontade: ‘Quero, fica limpo! E imediatamente ficou limpo da sua lepra!’ [Mt 8.3] - o querer, pertence a Jesus, em Seu Pai Celestial, e basta ver o que fala a Paulo: ‘A minha graça te basta; porque o poder se aperfeiçoa na fraqueza!’ [2Co 12.1-10] .. sem lhe retirar o espinho da carne.

...
...

próximo: pág. 08

...
...

Um comentário:

  1. Esta Lauda foi editada, linkada e seus caps. e vs. publicados em link's na Bíblia II em 28/12/2015 .. [na sequência das Revisões, conf. descrito na referida data, mês 12/2015].

    ResponderExcluir